“Pequenas ações parlamentares são grandes conquistas para a sociedade”, diz Veras

Foto: Anna Cléa Maduro

Na manhã de hoje (12), a comunidade escolar do Incra 9, área rural em Ceilândia, comemorou a construção de novas salas no Centro Educacional da região. A escola deixaria de atender os alunos do Ensino Médio, a partir do ano que vem, caso não houvesse uma ampliação na unidade.

A possível extinção do nível de ensino fez com os próprios alunos se organizassem para levar a demanda ao Legislativo e ao Executivo e, graças ao empenho de um grupo de representantes, a escola recebeu três novas salas. O deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura da Câmara Legislativa do Distrito Federal, fez questão de intermediar o contato entre a unidade de ensino, a Coordenação Regional de Ensino de Ceilândia, a Administração Regional de Ceilândia e empresas da região juntamente com a distrital Luzia de Paula (Rede).

“A inauguração das salas provou que o desejo de estudar dos estudantes somado ao empenho de uma escola, de um grupo de deputados, do Executivo, de empresas e profissionais parceiros, bem como da sociedade civil promove grandes transformações”, frisou Veras.

O parlamentar lembrou que os principais responsáveis pela obra são os alunos do CED Incra 9. “Estou muito orgulhoso, pois vocês se mobilizaram, nos chamaram, fizeram cobranças e com isso exerceram plenamente a cidadania. Nós, deputados, agimos apenas como intermediadores para que essa obra fosse executada. Essa é uma realização que será lembrada pelo resto da vida”, concluiu.

Morar perto da escola

Com a extinção do Ensino Médio na escola, os jovens precisariam se deslocar diariamente até o Setor O para estudar. Segundo o diretor do CED 9, Márcio Regis Moura, perder esse nível de ensino seria um retrocesso enorme. “Nós vemos alunos nossos em diversas faculdades do Distrito Federal e isso é gratificante. Não podíamos deixar de receber e preparar esses jovens”, explicou.

O Administrador de Ceilândia, Vilson de Oliveira, destacou a demanda que a escola rural vem recebendo nos últimos anos. “Estamos vendo as unidades rurais sendo ocupada por um número significativo de crianças e adolescentes e temos muito orgulho disso. Todos têm consciência que sem a educação não chegamos a lugar algum”, enfatizou.

Participaram também da solenidade a deputada Luzia de Paula, o Coordenador Regional de Ensino de Ceilândia, Marcos Antônio; o Assessor de Assuntos Legislativos da Secretaria de Educação do Distrito Federal, Fernando Ribeiro, e representantes da empresa parceira Paredes Betel.

Anna Cléa Maduro (Assessoria de Imprensa)

Curta, compartilha, participe!